Campanha do Agasalho

Campanhas do Agasalho e Maio Amarelo estarão juntos no Dia D

A proposta é do SEST/SENAT, Polícia Militar e Diretoria Municipal de Trânsito (Diretran)

Campanhas do Agasalho e Maio Amarelo estarão juntos no Dia D

O dia 13 de maio será de grande movimentação no calçadão da praça João Costa. Junto às atividades da Campanha do Agasalho e Cobertor, realizado pela Fundação Carlos Joffre (FCJ), acontece o “Dia D” da campanha Maio Amarelo, que foca na conscientização e humanização do trânsito. Várias atividades relacionadas ao tema serão realizadas neste dia, além da arrecadação dos donativos da Campanha do Agasalho e apresentações artísticas.

A proposta é do SEST/SENAT, Polícia Militar e Diretoria Municipal de Trânsito (Diretran) e, para delinear algumas ações do Dia D, seus representes estiveram na FCJ, na quarta-feira (05). “Definimos questões operacionais e vamos trabalhar em conjunto para chamar a atenção do maior número de pessoas em prol da causa de ajuda aos mais necessitados e conscientização no trânsito”, afirma a superintendente da FCJ, Nara Gocks.

A Diretran disponibilizará de pontos de carga e descarga na rua Nereu Ramos, próximo a tenda de arrecadação da Campanha do Agasalho e Cobertor, para que o acesso das doações sejam mais rápidas. Haverá ainda a disponibilização de material para a chamada Escola de Trânsito, voltada a ações educativas às crianças.

Já o SEST/SENAT fará um trabalho de conscientização e cuidados à saúde com orientações, aferição de pressão arterial, glicemia entre outras atividades, enquanto a PM dará todo suporte necessário para a organização do trânsito (junto com os Agentes Municipais) e segurança aos transeuntes, tendo em vista o grande fluxo de pessoas no dia que antecede o Dia das Mães. “Temos um compromisso com a comunidade lageana, então estamos engajados em muitas ações junto a várias instituições, como a Fundação Carlos Joffre na Campanha do Agasalho. Muitos dos acidentes poderiam ser evitados e trabalhamos em prol um trânsito mais seguro e humanizado”, comenta Rosangela Matos, diretora de eventos do SEST/SENAT. 

Texto e fotos Silviane Brum

Galeria